Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

ENDOCARDITE POR STREPTOCOCCUS GALLOLYTICUS ASSOCIADA A PÓLIPOS EM CÓLON

Vívian Masutti Jonke, Graziella Hanna Pereira, Manfredo Naritomi, Jose Victor Kairiyama, Andre Micheletto Laurino
Hospital Nipo Brasileiro - São Paulo - SP - Brasil

Resumo: Descrição de caso de endocardite de valvas nativas mitral e aórtica por streptococcus gallolyticus em paciente com colonoscopia com pólipos.

Descrição do caso: Paciente teve internação inicial por cefaléia, com resolução álgica após bloqueio local. Após a alta, iniciou quadro de dispnéia e astenia (duração de 30 dias), com perda ponderal importante (13kg) e febre não aferida. Internada novamente para investigação, e identificado Streptococcus gallolyticus em 3 amostras de hemocultura, sugerindo endocardite infecciosa. Antecedente de colonoscopia há 1 ano com pólipos. Iniciado esquema antibiótico com Ceftriaxone e Gentamicina. Evoluiu com piora clínica - insuficiência cardíaca, e ecocardiograma (ECO) de urgência evidenciou Insuficiência mitral (IMi) moderada, com possível rotura de cordoalha. ECO transesofágico no dia seguinte evidenciou IMi e Insuficiência aórtica importantes, com desabamento da valva aórtica e imagem sugestiva de perfuração no folheto mitral. Indicada cirurgia de urgência. No intra-operatório: aortotomia, valva aórtica com vegetação no folheto não coronariano, folheto coronariano direito desabado, vegetação na cúspide anterior mitral com perfuração. Após troca das valvas mitral e aórtica por próteses biológicas, ECO transesofágico de cotnrole com bom funcionamento. Mantido esquema antibiótico de gentamicina por 14 dias e ceftriaxone por 4 semanas após a cirurgia. Apresentou boa evolução pós-operatória, com alta para enfermaria. Após 1 semana da cirurgia, apresentou quadro de disartria e disestesia em mão direita, com remissão espontânea. Ressonância de crânio:  foco inflamatório (captação de contraste) perivascular no sulco pós-central esquerdo, sugerindo quadro de embolia séptica. Avaliação odontológica: cárie em 1 dente, sem focos de abscesso ou infecção. Permaneceu estável no restante da internação, e teve alta no 28º.pós-operatório.

Discussão: Há diversos trabalhos na literatura relacionando endocardite infecciosa por Streptococcus gallolyticus à presença de tumores intestinais na colonoscopia. Neste caso, a paciente teve quadro grave de endocardite, na presença de pólipos intestinais. Demonstra ainda a importância de monitorização constante pela equipe clínica destes pacientes, com risco de deterioração hemodinâmica rápida, e uma equipe cirúrgica para pronta intervenção cirúrgica.

   

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

40º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

20 a 22 de junho de 2019
Transamerica Expo Center | São Paulo - Brasil