Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Avaliação rotineira de acometimento cardíaco em pacientes com sarcoidose: experiência de hospital terciário

Diego Moraes de Moura, Caio Rebouças Fonseca Cafezeiro, Bernardo Augusto Rosário, José Soares, Carlos Eduardo Rochitte , Fábio Arimura, Ronaldo Kairalla, Charles Mady, Felix Ramires, Fabio Fernandes
INSTITUTO DO CORAÇÃO DO HCFMUSP - - SP - BRASIL

Introdução: A sarcoidose é uma doença granulomatosa multissistêmica de etiologia desconhecida. A sarcoidose cardíaca (SC) é sabidamente causa de disfunção ventricular, bloqueio atrioventricular (BAV) e arritmias ventriculares. Estudos sugerem que apenas 5% dos pacientes com sarcoidose apresentam acometimento cardíaco com manifestações clínicas. No entanto, com o avanço dos métodos de imagem o envolvimento do coração pode ser observado em até 54% dos pacientes com sarcoidose extra-cardíaca, em sua maior parte, na forma silenciosa, mas que eventualmente podem manifestar-se com arritmias potencialmente fatais.Objetivos: Avaliar o uso de testes cardíacos em pacientes com sarcoidose de modo rotineiro. Buscamos avaliar a apresentação clínica cardiovascular inicial, bem como a contribuição da ressonância magnética (RM) e do PET-CT com FDG na avaliação do acometimento cardíaco. Métodos: Estudo conduzido em hospital terciário, avaliando pacientes referenciados com suspeita de SC. A SC clinicamente manifesta foi definida como disfunção sistólica do ventrículo esquerdo (DSVE), bloqueio atrioventricular total (BAVT) ou arritmia ventricular sustentada (AVS). O envolvimento cardíaco foi avaliado através da RM e do PET-CT com FDG. O diagnóstico de SC foi realizado a partir dos critérios da Heart Rhythm Society  (HRS). Todos os pacientes possuíam biopsia com histopatologia sugestiva de sarcoidose. Resultados: O estudo contou com total de 41 pacientes com sarcoidose. A SC foi confirmada em 46% (n = 19), com acometimento cardíaco exclusivo em 10% (n = 2 ). A idade média foi de 53 anos (SD = ± 9.6 anos), sendo 53% (n = 10) do sexo feminino. O acometimento cardíaco clinicamente manifesto esteve presente em 63% (n = 12)  dos casos, com maior prevalência da  DSVE, em 58% (n = 7) , geralmente na forma silenciosa (71%), seguida de AVS em 25% (n = 3) e BAVT em 17% (n = 2). Os pacientes   com forma cardíaca silenciosa tiveram o PET-CT com FDG ou a RM sugestivos de sarcoidose. A sensibilidade da RM e do PET-CT com FDG foi de 75% e 82%, respectivamente, enquanto que o uso concomitante destes dois exames apresentou uma sensibilidade de 100%, considerando os critérios da HRS como padrão ouro. Conclusão: A ocorrência de envolvimento cardíaco em pacientes com sarcoidose é alta e possui importantes implicações prognósticas. Com desenvolvimento dos exames de imagem, o envolvimento cardíaco tornou-se cada vez mais prevalente. A RM e o PET-CT com FDG possuem uma performance aceitável em sugerir o diagnostico de sarcoidose cardíaca.

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

40º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

20 a 22 de junho de 2019
Transamerica Expo Center | São Paulo - Brasil