Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Performance diagnóstica do FFRct na detecção de estenoses coronárias hemodinamicamente significativas

Carlos Eduardo Prazeres, Adriano Carneiro, Juliana Hiromi S M Bello, Tiago A Magalhães, Matheus Freitas, Valéria Moreira, Carlos Eduardo Rochitte
HOSPITAL DO CORAÇÃO - - SP - BRASIL

INTRODUÇÃO: Angiotomografia de coronárias (TCCor) é um teste anatômico não invasivo para diagnóstico de doença arterial coronariana (DAC), no entanto não permite definição precisa se a estenose causa limitação de fluxo e, portanto, isquemia. Por outro lado, a reserva de fluxo fracionado (FFR) coronariano é o método considerado padrão ouro para determinar se a estenose coronariana é hemodinamicamente significativa, mas requer um procedimento invasivo. A mensuração do FFR pela tomografia (FFRct) é um novo método não invasivo para determinar a significância hemodinâmica da redução luminal coronária, sem expor o paciente a dose maior de radiação ou volume adicional de contraste. Softwares iniciais requeriam grande poder computacional e longos tempos de análise. Recentemente, softwares baseados em inteligência artificial, como machine learning, foram disponibilizados em computadores convencionais e com tempo de processamento muito reduzidos.

OBJETIVO: Comparar a acurácia do FFRct calculado por software utilizando machine learning (cFFR, Siemens Healthineers CT) tendo como referência o FFR invasivo.

MÉTODO: Foram incluídos 37 pacientes (pcts) submetidos a TCCor e FFR invasivo com intervalo de até 3 meses. Observadores independentes realizaram a análise da estenose pela TCCor e FFRct  e do FFR invasivo. Estenose com limitação de fluxo  foi definida por FFRct e FFR0,8, e DAC anatomicamente significativa foi definida por estenose 50%. Performance diagnóstica do FFRct e da estenose anatômica pela TCCor foi calculada tendo o FFR invasivo como padrão ouro. 

RESULTADOS: Um total de 89% (n=33) das lesões foram consideradas significativas pela TCCor, com 25 estenoses moderadas. As médias do FFRct e FFR (0,84 x 0,85, p=0,65) não foram significativamente diferentes. A correlação entre os valores dos métodos foi r=0,60, e a concordância foi moderada (k=0,56). A sensibilidade (S), especificidade (E), valor preditivo positivo (VPP) e valor preditivo negativo (VPN) do FFRct foi, respectivamente, 66%, 89%, 66% e 89%, para o limiar de 0,8. A performance diagnóstica da TCCor foi S=100%, E=11,5%, VPP=21% e VPN=100%.  A diferença média entre FFRct e FFR pelo Bland-Altman foi de 0,01 (IC -0,15 a 0,16).  

CONCLUSÃO: O FFRct é um novo método com alto desempenho diagnóstico na detecção de estenoses coronárias hemodinamicamente significativas. O FFRct elevou significativamente a especificidade da TCCor isolada, permitindo a exclusão da limitação de fluxo em estenoses anatomicamente significativas pela TCCor.

 

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

40º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

20 a 22 de junho de 2019
Transamerica Expo Center | São Paulo - Brasil