Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Síncope de repetição em paciente lúpica em uso de Hidroxicloroquina atrasando diagnóstico de Taquicardia Ventricular Polimórfica Catecolaminérgica

Aristóteles Costa Moraes, Fernanda Mariani Rodrigues, Eliezer Moreno Romano, Renato Stikovics Koeke, Flávio Henrique Silva Zago, Thiago Baccili Cury Megid, Eduardo Palmegiani, Adalberto Menezes Lorga Filho
FACULDADE MEDICINA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO – FAMERP - - SP - BRASIL

Introdução:

         A Taquicardia Ventricular Polimórfica Catecolaminérgica (TVPC) é uma canalopatia cardíaca, geneticamente determinada, rara e grave, caracterizada por arritmias ventriculares complexas polimórficas induzidas por estresse físico e/ou emocional em pacientes sem alterações estruturais cardíacas, podendo levar a episódios de síncope até morte súbita cardíaca. Seu diagnóstico pode ser muitas vezes atrasado devido hipóteses iniciais de epilepsia, Displasia Arritmogênica de Ventrículo Direito, Cardiomiopatia Hipertrófica e outras canalopatias como Síndrome (Sd) do QT longo (SQTL), congênita ou induzida por drogas, Sd. do QT curto e Sd de Brugada.

Objetivo: 

           Descrever caso clínico de paciente com diagnóstico de TVPC encaminhada   com hipótese inicial de SQTL induzida por drogas, atrasando o verdadeiro diagnóstico.

 

Relato de caso:

        Paciente feminina, 47 anos, encaminhada para nosso serviço por episódios de síncope de repetição, mensais (até 3 episódios por mês), desencadeados por estresse físico/emocional, precedidos por palpitação e duração de cerca de 2 minutos. Portadora de Lúpus Eritematoso Sistêmico em uso de hidroxicloroquina (HCQ) e prednisona, trazia holter com  descrição  em laudo de Torsades de Pointes associada a síncope e intervalo QTc no limite da normalidade, sendo levantada a hipótese de SQTL induzida, sendo suspensa HCQ. Em nosso serviço, após avaliação do holter externo e história clínica (síncope desde os 7 anos desencadeada por estresse físico/emocional), foi levantada hipótese de TVPC, comprovada por realização de ergometria em vigência de betabloqueador, que demonstrou extrassístoles isoladas, taquicardia ventricular não sustentada (TVNS) com padrão bidirecional a qual degenerou para TVNS polimórfica, com normalização rápida do ritmo na recuperação. Realizada ressonância cardíaca mostrando coração normal e angiotomografia de coronárias sem obstruções. Paciente recebeu recebeu alta após implante de cardiodesfibrilador, otimização da dose de succinato de metoprolol e orientação pra não participação em esportes competitivos.

Conclusões:

          O uso de fármacos que prolongam o intervalo QTc em pacientes com coração normal e síncope de repetição desencadeada por estresse físico/emocional podem atrasar o diagnóstico de TVPC, postergando a instituição de terapêutica adequada, com possíveis consequências fatais.  A alta suspeita clínica levou a confirmação diagnóstica de TVPC e tratamento adequado.

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

40º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

20 a 22 de junho de 2019
Transamerica Expo Center | São Paulo - Brasil