Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Correção cirúrgica de aneurisma de artéria pulmonar: relato de caso

Pedro Arthur Ferreira Borges, Victor Eduardo de Almeida e França, Artur Henrique de Souza, Geraldo Paulino Santana Filho, Jader Bueno Amorim, Giulliano Gardenghi
Hospital Encore - Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, Santa Casa de Misericórdia de Goiânia - Goiânia - Goiás - Brasil

Introdução: O aneurisma de artéria pulmonar é uma condição rara, descrita pela primeira vez em 1860. A história natural da doença é pouco conhecida. Suas complicações estão relacionadas a sinais de compressão e/ou ruptura. Objetivo: Relatar o caso de uma paciente com aneurisma de artéria pulmonar sintomática tratada cirurgicamente. Relato do caso: Uma paciente de 67 anos, procedente do interior de Goiás, procurou serviço de Cardiologia com quadro de desconforto precordial associado à sudorese, de início recente. Apresentava ainda desconforto respiratório aos médios esforços, hipertensão arterial sistêmica, dislipidemia e sobrepeso. Já em uso de Rosuvastatina, Ácido Acetil-salicílico, Metoprolol e Lansoprazol. Exames complementares: ECG em ritmo sinusal, bloqueio ântero-superior de ramo esquerdo e onda T invertida. Eco-estresse: atingiu frequência cardíaca submáxima (negativo para isquemia), FEVE: 69%. Angio-TC de coronárias: compressão extrínseca do tronco da coronária esquerda (TCE) com artéria pulmonar direita dilatada (diâmetro: 49 mm). Angio-TC de tórax apresentou dilatação importante da artéria pulmonar (50 mm). O cateterismo cardíaco evidenciou lesão grave do TCE (compressão extrínseca) e lesões moderadas em artéria descendente anterior e coronária direita. Tratamento de escolha: Indicada a correção de aneurisma do tronco da artéria pulmonar. Procedimento realizado por esternotomia mediana e após pericardiotomia e heparinização plena, iniciou-se a circulação extracorpórea com retorno venoso através dos átrios direito e retorno arterial em aorta descendente distal, sobre normotermia. Após pinçamento da aorta, foi feita solução de cardioplegia (St. Thomas modificado) e realizada completa ressecção do tronco da artéria pulmonar até junto da confluência dos ramos pulmonares direito e esquerdo, com implante de tubo de Dacron número 28.  Após retirada da pinça de aorta e retorno dos batimentos cardíacos, realizou-se a revisão da hemostasia e subseqüente fechamento por planos. A evolução pós-operatória foi satisfatória, sendo que a paciente recebeu alta hospitalar no quinto dia de pós-operatório, em bom estado geral, com melhora dos sintomas relacionados à compressão do TCE. Conclusão: No caso ora apresentado, a equipe de cirurgia cardíaca foi eficiente na correção do aneurisma de tronco de artéria pulmonar.

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

40º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

20 a 22 de junho de 2019
Transamerica Expo Center | São Paulo - Brasil