Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Efeitos dos exergames na variabilidade da frequência cardíaca de universitários.

REIS, A, REIS, J.R.G., GONÇALVES, D.F., NASCIMENTO, L.C.G., TONELLO, M.G.M.
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE PATOS DE MINAS-UNIPAM - PATOS DE MINAS - MINAS GERAIS - BRASIL, UNIVERSIDADE DE FRANCA-UNIFRAN - FRANCA - SAO PAULO - BRASIL

 

Jogos que utilizam a realidade virtual, exergames, vem-se tornando uma alternativa atual para a prática de atividade física em relação aos exercícios convencionais. A variabilidade da Frequência Cardíaca (VFC), isto é, variações apresentadas entre os batimentos cardíacos normais consecutivos, mostra-se um marcador promissor para avaliação do condicionamento físico, sendo determinada pela ação do sistema nervoso autônomo sobre o nó sinusal. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos de um exergame sobre a VFC em jovens. Participaram do estudo 20 jovens universitários, de ambos os sexos, sem antecedentes mórbidos, com faixa etária entre 18 a 28 anos, de uma cidade do interior de Minas Gerais. Os participantes foram divididos em dois grupos: Grupo Exergame (GE), que participou de um programa de treinamento com exergame, e Grupo controle (GC), que manteve suas atividades habituais. Foram realizadas, inicialmente, avaliações antropométricas, e para fins de análise do nível de atividade física foi aplicado o Questionário Internacional de Atividade Física da OMS versão curta. O registro dos índices de VFC, em ambos os grupos, foi feito antes (avaliação inicial) e após as 11 semanas de estudo (reavaliação) através do cardiofrequencímetro da marca Polar modelo V800®, sendo analisados nos domínios do tempo e da frequência por meio do software Kubios®. O programa de treinamento com exergame durou 11 semanas, com 3 sessões semanais de 30 minutos, utilizando-se o jogo de dança Just Dance® por meio do Xbox 360 Kinect®. Verificou-se um aumento estatisticamente significativo (p<0,05) no GE, nos seguintes índices de VFC, entre as medidas pré e pós 11 semanas, raiz quadrada da soma do quadrado da diferença de intervalos NN (rMSSD):21,77+ 7,6 ms e 27,84 + 4,04 ms; porcentagem de intervalos NN maiores que 50ms (pNN50%): 3,57 + 3,34 e 7,52 + 3,98 %; banda de alta frequência: 185,58 + 72,46 e 322,08 + 13,76 ms. No GC não houve diferença estatística em nenhuma variável estudada, nas medidas pré e pós 11 semanas de estudo. A prática de 11 semanas de treinamento com exergame foi capaz de determinar a melhora do comportamento da VFC com incremento da atividade parassimpática, o que pode refletir em benefícios à saúde cardiovascular.

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

40º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

20 a 22 de junho de 2019
Transamerica Expo Center | São Paulo - Brasil